Postagens recentes

Coreia do norte investe em biocombustível de maconha para o programa militar


Sabemos que a Coreia do Norte vem metendo o loco em relação as tecnologias militares. Mas agora as autoridades estão mandando fazendeiros a cultivarem maconha ao invés de soja. O combustível de cânhamo pode fornecer força militar para os veículos aéreos não tripulados. As informações são do Extract SunTimes.

O governo norte-coreano vem instruindo a população a cultivar cânhamo ao invés da tradicional soja, que atualmente cumpre a quota de produção de óleo de cozinha. E de acordo com a Radio Free Asia (RFA), uma fonte de notícias financiada pelo governo dos EUA, os militares da Coréia do Norte planejam usar o óleo de cânhamo como combustível para aeronaves não tripuladas.

A Coréia do Norte depende quase inteiramente da China para importação de petróleo, contudo, Pyongyang, capital norte-coreana, pode estar explorando o óleo de cânhamo como combustível militar para fortalecer sua própria independência energética. No final de abril, o preço do gás em Pyongyang subiu em até 83% em apenas 3 dias, após relatos de que a China estava considerando um embargo sobre o o fornecimento de petróleo à Coreia, segundo a Global Times.

Autoridades norte-coreanas ordenaram em março que os agricultores substituíssem seus campos de soja pela cultura da maconha, disse uma fonte da província de Yanggang à RFA. Segundo as autoridades, o óleo de cânhamo “tem muita gordura”, o que o torna melhor do que o óleo de soja na culinária.
De acordo com a RFA, a cannabis é classificada como uma cultura de oleaginosas na Coréia do Norte e os agricultores cultivam legalmente a planta desde o início dos anos 80. Na época, o ex-líder King II Sung incentivou extensivamente o cultivo de Yeoksam (cannabis/maconha) para solucionar a escassez de óleo de cozinha.

O cânhamo é uma variedade de maconha que contém muito pouco THC, substância psicoativa da planta. O cultivo de cânhamo é uma das mais antigas culturas conhecidas e utilizada mundialmente para diversos fins. As fibras podem ser transformadas em têxteis, cordas e até mesmo em plásticos, enquanto as sementes de cânhamo podem ser usadas na produção de óleo para cozinha, biodiesel e outros fins.

De acordo com a Hemp.com, o biodiesel de cânhamo é um dos poucos combustíveis alternativos que podem funcionar em qualquer motor convencional movido a diesel, sem necessitar de modificações.

Curtam,comentem e compartilhem!